Endocrinologia

Ao pé da letra, o endocrinologista estuda as ações dos hormônios. Os hormônios, são substancias que carregam uma mensagem química, um sinal, e que podem atuar de forma endócrina, exócrina e parácrinas, dependendo da forma que é transportada para chegar ao local de realizar sua ação.

 

Em geral, a função de um hormônio é além de carregar uma mensagem, também de proporcionar que ocorra de forma correta as reações no corpo, e manutenção de um estado de equilíbrio. Assim, quando os hormônios estão dentro de um padrão de normalidade e sabidamente suas reações sob controle, associamos ao estado de saúde.

Classificamos os caminhos de transporte dos hormônios em:

Endócrinas:

Quando o hormônio é produzido por um órgão que o libera na corrente sanguínea para que sua ação ocorra em outros locais.

Exócrina:

Quando o hormônio ou substancia produzida percorre um sistema de canais, que o libera diretamente no local de atuação. Ou seja, o hormônio não entra em contato com a corrente sanguínea.

Parácrina:

A substancia que carrega a mensagem química atua no mesmo local que é produzida, em células de sua vizinhança.   

Assim, dependendo dos hormônios, se suas funções e do órgão que o produz

é que surgem as diferentes áreas de atuação que cabem aos cuidados do endocrinologista.