Blog

SAÚDE E BEM-ESTAR

Assine gratuitamente para receber dicas, atualizações e outros materiais.

Veja também...

Batata Doce vs Hipertrofia vs Diabetes


A batata Doce é um carboidrato complexo de baixo índice glicêmico, que por isso, sua absorção é mais lenta.



Benefícios:

Por causa do seu baixo índice glicêmico, a glicose é liberada na corrente sanguínea aos poucos sem aumentar a glicemia e sem estimular a insulina, consequentemente, estimulada à saciedade e a gordura não se acumula no corpo.

  • Por ser rica em fibras, principalmente se consumida a casca, a batata doce reduz o colesterol total e auxilia na digestão.

  • Rica em vitaminas e minerais como Ferro, Potássio, Vitamina A, C e E, Complexo B, mantém o equilíbrio do sistema imunológico, auxiliando na prevenção de doenças como raquitismo, câncer, anemias, doenças cardiovasculares e prevenção de câimbras.

  • Seu alto teor de Vitamina D, auxilia na deposição de cálcio nos ossos.

  • Por se tratar de um carboidrato complexo é rica em magnésio pode ser utilizada no pré-treino como combustível energético para o desempenho durante o treino.

  • Tanto a folha como o tubérculo podem ser usados na inflamação na boca, dor de dente e aftas.


Essa leguminosa também é fonte de Ferro, Vitamina C e Potássio, além de apresentar alto teor de vitamina E, que é essencial para a pele, e conter Vitamina A, que ajuda a prevenir o câncer. Devido à vitamina C, ela auxilia na formação do colágeno, previne anemia ferropriva, regula a pressão arterial e reduz cãibras. Os benefícios da batata doce agem diretamente no sistema imunológico.


Abaixo você confere o vídeo ande abordamos a aplicação da Batata Doce para Hipertrofia e uma receita para inserir no seu cardápio de Pré-Treino.



VIDEO

Maiores esclarecimentos para uma terapia nutricional adequada e tratamento para a obesidade, procure o profissional médico endocrinologista e o nutricionista, que trabalham com saúde e longevidade.


![endif]--


Dra. Lia Lima

Referências:

http://www.sonutricao.com.br/

Mahan LK, Escott-Stump S, editores. Krause alimentos, nutrição & dietoterapia. São Paulo: Roca; 2002. p. 30-64.

GONÇALVES, Z A; MACEDO, M; LIMA, E; ARANHA, A M F; PEREIRA, I C L; LENZA, J B; Evanice; VIEIRA, M M. Alternativas terapêuticas para tratamento de afecções bucais no idoso. Rev Odontol Bras Central 2014;23(66) - ISSN 1981-3708.

Para mais

informações

Agende uma

Consulta!