Blog

SAÚDE E BEM-ESTAR

Assine gratuitamente para receber dicas, atualizações e outros materiais.

Veja também...

Dieta Cetogênica ou Cetose, para emagrecer rápido e de verdade.


Olá pessoal, hoje vim discutir sobre um tema até um pouco polemico.


A dieta cetogênica ou Cetose!


Como seria isso, qual a finalidade, sua segurança e indicação.


O contraditório disso tudo é que ela foge a todos meus princípios, que defende uma dieta balanceada, com pratica de bons hábitos como exercícios físicos, hidratação com água e qualidade no sono.

A prática de dietas restritrivas, aquelas que tem um valor de caloria muito baixo, ou seja, aquelas que oferecem pouca energia e consequentemente poucos alimentos e poucos nutrientes, podem ser perigosas, pois a deficiência de alguns nutrientes causam muito efeito colaterais e o excesso de alimentos de origem de proteínas e gorduras pode levar a consequências na função renal e hepática (o rim e o fígado). Mesmo diante dos risco, sob a indicação medica e vigilância da mesma, a dieta cetogênica pode ser feita sim, inclusive para uma boa gama de pacientes.


Qual a finalidade dela?

Bom, ela pode ter várias finalidades: pessoas que desejam emagrecer muito rápido para determinada causa (um evento por exemplo), pessoas que desejam uma eliminação rápida de forma a motivas a mudanças de estilo de vida, pessoas que re-ganharam peso rapidamente, por sair de uma rotina alimentar (festas repetitivas, férias, viagens..), enfim.. O fato é que a dieta de emergência pode ser feita, dentro dessas situações sim, se o paciente estiver bem indicado e vigiado.

Um lance importante dessa dieta é saber daquela máxima, bem verdadeira e bem colocada: dietas que fazem perder peso rápido demais são aquelas que fazem o corpo re-adquirir o peso rapidamente também. Isso se dá porque quando perdemos peso rapidamente o nosso cérebro não processa a informação que seu novo peso é o peso adequado e saudável, mas que por algum motivo, você queimou a energia que estava acumulada em forma de gordura no corpo, que estava guardada para alguma emergência de saúde.


Entendem?


O corpo tem o hábito de guardar a energia que sobra dos alimentos ingeridos, que não foram necessários para manter seu equilíbrio (sua taxa de metabolismo basal, que já expliquei sobre isso em outra postagem prévia).


Assim, o cérebro pensa: se você queimou rapidamente a energia estocada, deve ser porque você sofreu alguma situação que necessitava da reserva, e, portanto, uma doença grave ou períodos de ausência de oferta de alimentos (desertos, secas). Nós seres-humanos, passamos fome no passado, e seletivamente, a natureza foi separando os humanos mais adequados a sobreviver a períodos de fome que outros, com uma genética que permite estocar mais gordura, e por isso, um dos fatores que tem tanta gente com facilidade de ganhar peso.

Bom, continuando aqui nossa dissertação sobre dieta cetogênica.


O que seria isso então?


Bom, existem três tipos de macronutrientes, são eles: carboidratos (tudo aquilo que se transforma em glicose ou açucares), lipídeos (as gorduras) e as proteínas. A principal função dos carboidratos é oferecer energia para que todas as reações dentro de todas nossas células ocorram. Nosso defeito é que ingerimos demasiadamente muito carboidrato e essa energia de sobra acaba sendo transformada em energia armazenada em forma de lipídeos. Os lipídeos são fonte de muitas estruturas do nosso corpo, entre eles, muito de nossos hormônios são constituídos de lipídeos e a camada externa de todas as células do corpo tem lipídeos, enfim, existe uma afinidade de função dos lipídeos e entre outras mais, existe a forma de estocar a energia que sobrou, que são as gordurinhas localizadas. As proteínas constituem a maioria das estruturas do nosso corpo, além da maioria das sustâncias que correm na nossa corrente sanguínea e enfim, o fato é que se for para se transformar em fonte de energia, as proteínas também conseguem essa propriedade, mas em último caso. As proteínas são as últimas fontes de energia porque elas têm uma estrutura muito difícil de quebrar, então fica mais fácil pro organismo obedecer a regra: primeira fonte de energia: carboidratos, a segunda: os lipídeos, de preferência os armazenados, e o terceiro e último as proteínas.

Seguindo esse raciocínio se criou a dieta cetogênica: E SE nós não ingeríssemos, de forma algum carboidrato, ou uma sua quantidade muito, muito pequena? Iriamos consumir como energia para viver, a gordura localizada? QUE MARAVILHA!


É exatamente isso que ocorre. Cerca de três dias após a ausência de ingesta de carboidratos, você entra em um estado chamado: CETOSE. Onde existe a queima de gordura armazenada como fonte de energia. E as pessoas emagrecem mesmo.


Quais os riscos? INÚMEROS! Coisa boa na vida não vem de graça, tem um preço. Primeiro que é necessário que a quantidade de energia (a caloria) ingerida seja baixa, para que busque a energia estocada, e até entrar em cetose, muitas pessoas passam fome, e não conseguem entrar em cetose. Assim, é comum ver indivíduos frustrados que não conseguiram a dieta da emergência. Isso porque o corpo vai pedir comida mesmo, pelo habito de comer, pelo costume de viver com determinada quantidade de energia ingerida e porque ele pensa que algo de errado está ocorrendo e vai te pedir para comer, cerebralmente! As pessoas que conseguem entrar em cetose mais facilmente são aquelas que dizemos que são ceto-adaptadas, aquelas que já vivem com um consumo de carboidratos baixa, não muito baixa, porém, reduzida. Assim, quando se reduz os carboidratos, o corpo não sente tanta diferença e assim, uma sugestão é antes de fazer a dieta da emergência, fazer uma ceto-adaptação e quem sabe até fazer uso de medicações.


Outros indivíduos queixam-se de tonturas, náuseas (enjoos), fadiga (cansaço), halitose (mau cheiro oral) e cefaleia (dores de cabeça). Isso é consequência de três fatores:

  1. A alimentação de baixa quantidade de alimentos, oferece baixa quantidade de nutrientes, logico, e assim, a reposição de vitaminas faz-se essencial nessa dieta.

  2. A queixa de gordura causa a liberação de ácidos graxos, uma substancia que tem estrutura semelhante a acetona, sendo o causador da halitose e os sintomas anteriores também.

  3. A queima de gordura pode liberar outras substancias. Nossa célula de gordura chama-se lipídeos, e ela além de guardar energia em gordura, ela guarda também as toxinas dentro deles. Quando destruímos um lipídeo, libera-se as toxinas e elas podem serem as causas desses sintomas também. É pensando em eliminar essas toxinas que a ingesta de água faz-se extremamente necessária, para elimina-las e por isso que muitas pessoas fazem essa dieta após quebrar a dieta. Também chamada de dieta detox.

Faltou falar no risco elevado de consumir muitos lipídeos e com isso, desenvolver aumento de colesterol e triglicérides (a tal da “gordura no sangue”) ou formar “pedra na vesicula”, já que a pedrinha formada dentro da vesícula mais comum é de colesterol. A forma de evitar isso é não consumir alimentos de gordura do tipo trans ou saturadas, sendo sempre o profissional o melhor orientador para isso.

Outro risco é de desidratação, já que há muita necessidade de eliminar toxinas e fazer xixi, a ingesta de água deve ser intensa.


Quem não pode?


Pessoas com doenças psicológicas ativa, diabéticos não controlados ou que usam insulina, pacientes com dislipidemia (colesterol aumentado no sangue), que sofreram infarto ou derrame, adolescentes, mulheres que estão dando de mamar, gestantes, enfim, vários tipos que precisam ser conversados e identificados.


Por quanto tempo?


Bom, aí que que mora o perigo. Eu uso essa ferramenta para meus pacientes, através de cetose com alimentos, por apenas 10 dias e fico de olho. Caso a perda de peso seja muito elevada e há uma necessidade de mais tempo de cetose, tipo 2 a 3 meses, que você pode chegar a eliminar 30 quilos, somente faço com os alimentos da PRONOKAL, não faço, de forma alguma, com alimentos da natureza pois perco o controle da origem da gordura e das proteínas, pela má qualidade de alimentos que temos nos nossos mercados.


Para fazer a dieta da PRONOKAL, apenas médicos podem prescrever, exige a ingesta de vitaminas e gorduras, sabe-se a fonte e a qualidade de gorduras e das proteínas. Assim, as consequências e complicações são muito raras e mais segura.


Esperam que tenham lido tudo, rssrs, e gostado.

Fiquem com Deus,

beijos,

Dra Lia Lima.

E se você gostou dessa postagem, não deixa de compartilhar nas redes sociais com seus amigos!

Para mais

informações

Agende uma

Consulta!

Últimas Postagens

  • Instagram ícone social
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon

Uma atuante no metabolismo funcional e low carb que tem o objetivo de utilizar e agregar a tecnologia como complemento do tratamento de pacientes com distúrbios metabólicos, prestar informações relevantes sobre as doenças metabólicas e propiciar um meio para compartilhamento de experiências no enfrentamento dessas doenças e incentiva-los na busca de qualidade de vida!

Dra Lia Lima

CLÍNICA

Edifício Bacelar Work Center, 
R. Dr. Bacelar, 368 - Vl Clementino, Cj 51
São Paulo - SP, 04026-001

WhatsApp Image 2018-07-27 at 12.15.26
WhatsApp Image 2018-07-27 at 12.15.25
WhatsApp Image 2018-07-27 at 12.15
WhatsApp Image 2018-07-27 at 11.44.46
WhatsApp Image 2018-07-27 at 11.44
WhatsApp Image 2018-07-27 at 11.44.47
WhatsApp Image 2018-07-27 at 11.44.48
WhatsApp Image 2018-07-27 at 11.44.45
WhatsApp Image 2018-07-27 at 11.44

Dra. Lia Lima -  Todos os direitos reservados. © 2016 

Tel.: (11) 3181-8283

(11) 97577-9922 

  • YouTube - White Circle
  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle