Blog

SAÚDE E BEM-ESTAR

Assine gratuitamente para receber dicas, atualizações e outros materiais.

Veja também...

Por uma vida mais doce...- Com Dra. Lia Lima


Chocolate

Quem é viciado em chocolate, os chocólatras ou chocolovers, sabem o quanto é difícil resistir, diariamente, o consumo desse alimento.

Um docinho após o almoço, sempre cai bem, e quando estamos cansados ao final do dia e quando consumimos o chocolate, e ele derrete-se na boca, trazendo a sensação de.... paz.... (Rsrsrs)


É tentador mesmo. É possível driblar ou dominar essa tentação? Será necessário abrir mão, de uma vez por todas, esse queridinho da alimentação?


O consumo regular de chocolate pode ser perigoso, mas quando se tem consciência, tudo pode ficar mais fácil e até trazer benefícios.


Seria possível, um dia, podermos comer chocolates, sem culpa?


Acredite! esse dia chegou!

Os riscos

O excesso de consumo de chocolate trazem alguns malefícios, disso já sabemos. Vamos relembrar alguns?

- Aumenta oleosidade da pele,

-Aumenta acne e espinhas, especialmente em adolescentes,

- Aumenta as crises das doenças inflamatórias do trato gastro intestinal, como gastrite e diverticulite,

- Aumenta o depósito de gorduras no fígado e gordura localizada,

- E o indesejado: ganho de peso.


O perigo do consumo excessivo de chocolates no ganho de peso e quebra da dieta é causada pela quantidade de calorias que ela trás. O cacau é um fruto, rico em calorias. O consumo de 100 gramas de um cacau podem conter até 600 kcalorias. O que representa uma quantidade imensa, entendendo que um prato de 350g de almoço possuem uma média de 300 kcalorias.


Será que diante de tal explanação poderíamos ainda nos beneficiar com consumo de chocolate? Difícil acreditar que sim.


Os benefícios


Pois se você tem dúvidas, pode acreditar que sim!

Estudos mostraram que o consumo MODERADO e REGULAR de chocolates (ao leite e o amargo), que seriam até 30g ao dia, estão associados ao aumento de algumas alterações favoráveis a saúde.


- Aumento da disposição muscular e atenção cerebral: provavelmente secundárias aos efeitos da cafeína (e se você quer saber mais sobre o café, veja meu vídeo: aqui );

- Melhor funcionamento das plaquetas, redução do colesterol ruim, o LDL-colesterol, e aumento discreto do colesterol bom, o HDL-colesterol;

- Aumento das ações anti-oxidantes, que contribuem para evitar o envelhecimento celular e prevenir o desenvolvimento de doenças cronicas e até o câncer. Tais benefícios são atribuídos as ações do flavonoides, sendo que estes são mais presentes nos chocolates amargos;


O processo de oxidação ocorre naturalmente como excretas de nossas reações químicas intracelulares. O problema é que doenças cronicas, não tratadas, ou a exposição a alimentos e substancias toxicas, continuamente, fazem ativar um sistema de alerta, pelo excesso de radicais livres (as substancias oxidadas) circulantes.

Com essa sinalização ativada, a indução do nascimento de novas células é criado, e nesse processo, o nascimento de uma célula descontrolada nasce e pode se transformar em câncer. Aí que, o consumo de alimentos que são anti-oxidantes podem ajudar na prevenção do desenvolvimento de doenças cancerígenas.


- Melhora do humor: esse achado é secundário a presença de triptofano, um aminácido precursor da serotonina. Sendo que a serotonina é um neurotransmissor que estimula o prazer;

- Reduz a compulsão, na ingesta de outros alimentos.


E pra você que quer comer alimentos funcionais, aqueles que alem de trazerem a função de sobrevivência, trazem nutrientes, podem começar a dar saltinhos de alegria, pois o chocolate é rico em potássio, magnésio e cobre, nutrientes pouco acompanhados e essenciais a vida.


Ainda existe uma controvérsia se o consumo regular e moderado de chocolate pode reduzir infartos. Uns estudos garantem que sim e outros que ainda não. Mas uma coisa é certa, esse hábito NÃO AUMENTA incidência de infartos e acidentes vasculares.


Portanto, certamente, MAL NÃO FAZ!



DICAS PARA DRIBLAR A VONTADE EXCESSIVA

Bateu a vontade do doce, e 30g não foram suficientes?

Então atenção, algumas dicas podem te ajudar, anota aí:


- Escove os dentes: o hábito ao longo de anos, de escovar os dentes e não comer após essa prática, ficou sinalizada no cérebro que não devemos, portanto, comer. Sendo assim, aproveite-se desse mecanismo a seu favor.

-Não coma doces com a barriga vazia, prefira após as alimentações e beba água.

- Não tenha estoques de chocolate, para não cair na compulsão.

- Não coma rapidamente suas 30g. Compre quantidades em menores ofertas (tipo 5 ou 10 gramas)

- Prefira os amargos, por conter mais triptofano e flavonoides, a compulsão parece ser menor.

A quantidade

Já está mais que claro que a quantidade moderada são 30g ao dia.

Para se ter uma ideia disso: 04 quadradinhos de uma barra de chocolate.

Procure não ter a barra inteira em casa, para não cair na tentação e compulsão.

Essa quantidade costuma ter em média 100 kcalorias, que seria o equivalente a 200ml de iogurte. Fazendo analogia a um lanche, que costuma ter em média 100-200 quilocalorias, 30g de chocolate já assumem a metade da porção de alimentos permitidos no lanche.

A qualidade

Aqui o chocolate branco entra em desvantagem pois na sua preparação não vai a fruta cacau, e sim apenas o óleo extraído do alimento. Nesse caso, os chocolates brancos não trazem os benefícios achados em estudos acima citados.

O chocolate para ser considerado ao leite, necessita conter pelo menos 25% de cacau. Então pode ter certeza, que chocolates de qualidades ruins ou desconhecidas, possuem vários aditivos químicos e pouco cacau, para preencher o requisito mínimo de ser considerado chocolate. Diante de um sistema de vigilância que não vigia, suspeite de chocolates de marcas desconhecidas.

Os chocolates meio amargos ficam entre 25 a 60% de cacau e os amargos são aqueles que possuem maior que 60% de cacau.

Quanto mais cacau, mais benefícios a saúde aquele alimento confere, e ainda mais, para sua fabricação, são necessários menos gorduras e menos leite.


Diet ou light

Muito cuidado para não cair na ilusão que o diet não engorda. Alimentos diets não possuem sacarose podem para conferir o doce possuem mais gorduras. A ingesta excessiva de açucares como de gorduras, especialmente as industrializadas, são vilãs à saúde.


e viva ao chocolate!!!

E se você gostou dessa postagem, não deixa de compartilhar nas redes sociais com seus amigos!


DONALDSON, A.I.C. ROSS, B. JOHSTONE, A.M. MYINT, P.K. Habitual chocolate consuption and the risk of incident heart failure among healthy men and women heart. nutrition, metabolism and cardiovascular disease. 2016. vol.26, p.722-734.

MEIER, B.P. et al. The sweet live: the effect of mindful chocolate consuption on mood. 2016.


Para mais

informações

Agende uma

Consulta!

Últimas Postagens

  • Instagram ícone social
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon

Uma atuante no metabolismo funcional e low carb que tem o objetivo de utilizar e agregar a tecnologia como complemento do tratamento de pacientes com distúrbios metabólicos, prestar informações relevantes sobre as doenças metabólicas e propiciar um meio para compartilhamento de experiências no enfrentamento dessas doenças e incentiva-los na busca de qualidade de vida!

Dra Lia Lima

CLÍNICA

Edifício Bacelar Work Center, 
R. Dr. Bacelar, 368 - Vl Clementino, Cj 51
São Paulo - SP, 04026-001

WhatsApp Image 2018-07-27 at 12.15.26
WhatsApp Image 2018-07-27 at 12.15.25
WhatsApp Image 2018-07-27 at 12.15
WhatsApp Image 2018-07-27 at 11.44.46
WhatsApp Image 2018-07-27 at 11.44
WhatsApp Image 2018-07-27 at 11.44.47
WhatsApp Image 2018-07-27 at 11.44.48
WhatsApp Image 2018-07-27 at 11.44.45
WhatsApp Image 2018-07-27 at 11.44

Dra. Lia Lima -  Todos os direitos reservados. © 2016 

Tel.: (11) 3181-8283

(11) 97577-9922 

  • YouTube - White Circle
  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle