Blog

SAÚDE E BEM-ESTAR

Assine gratuitamente para receber dicas, atualizações e outros materiais.

Veja também...

Suplementos Alimentares: Você Precisa Deles?- Com Dra. Lia Lima


O que são suplementos vitamínico ou minerais

De acordo com a ANVISA, Suplementos Vitamínicos e ou de Minerais são alimentos que servem para contemplar com estes nutrientes a dieta diária de uma pessoa saudável, em casos onde sua ingestão a partir da alimentação, seja insuficiente ou quando a dieta requerer suplementação. Devem conter um mínimo de 25%, e no máximo até 100% da Ingestão Diária Recomendada (IDR) de vitaminas e ou minerais, na porção diária indicada pelo fabricante, não podendo substituir os alimentos, nem serem considerados como dieta exclusiva. Os Suplementos Vitamínicos e ou minerais não podem ser apregoados indicações terapêuticas.


Suplementos Alimentares são produtos constituídos por fontes concentradas de substâncias tais como vitaminas, minerais, fibras, proteínas, aminoácidos, ácidos graxos (como o ômega 3), ervas e extratos, probióticos, bem como outras substâncias, incluindo aminoácidos, enzimas, carotenoides, fitoesteróis, entre outras. A partir de sua composição, podem apresentar efeitos nutricionais, metabólicos e/ou fisiológicos que se destinam a complementar a alimentação normal em casos em que a ingestão desses componentes seja insuficiente. O produto pode ser apresentado nas formas sólida, semissólida, líquida e aerossol, como tabletes, drágeas, pós, cápsulas, granulados, pastilhas mastigáveis, líquidos e suspensões.

Embora grande parte dos suplementos alimentares apresente-se de forma similar aos medicamentos (cápsulas, sachês, comprimidos), estes produtos têm por finalidade complementar a alimentação de indivíduos saudáveis, ou seja, ao contrário de um medicamento, o suplemento não tem por objetivo a cura ou o tratamento de doenças. O grande paradigma atualmente é a forma como profissionais, pacientes ou consumidores cuidam da sua saúde e, assim, optam por um estilo de vida mais saudável, uma alimentação equilibrada e, finalmente, como encaram o uso desses produtos complementares.


O que você precisa saber antes de tomar um suplemento vitamínico ou mineral.

A dieta americana média deixa muito a desejar. A pesquisa encontra nossos pratos que faltam em um número de nutrientes essenciais, incluindo o cálcio, o potássio, o magnésio, e as vitaminas A, C, e D. Muitos de nós toma suplementos não apenas para compensar o que estamos perdendo, mas também porque esperamos um impulso de saúde, um modo preventivo para afastar a doença.


Obtendo nossos nutrientes diretamente de uma pílula soa fácil, mas suplementos não necessariamente cumprem a promessa de uma melhor saúde. Alguns podem até ser perigosos, especialmente quando tomado em quantidades maiores do que o recomendado.


A excitação sobre os suplementos

Nós ouvimos um monte de notícias encorajadoras sobre suplementos. Uma série de estudos saudou a vitamina D como uma possível defesa contra uma longa lista de doenças, incluindo câncer, diabetes, depressão e até mesmo o resfriado comum. Ácidos graxos ômega-3 foram promovidos para afastar acidentes vasculares cerebrais e outros eventos cardiovasculares. E antioxidantes como as vitaminas C e E e beta caroteno foram vistos como promissoras balas de prata contra doenças cardíacas, câncer e até mesmo a doença de Alzheimer.


Aqui está a grande ressalva: muitos desses estudos de suplementos excitantes foram observacionais - eles não testaram um suplemento particular contra um placebo (pílula inativa) em um ambiente controlado. Os resultados de ensaios controlados aleatórios mais rigorosos não produziram a mesma boa notícia.


"Muitas vezes, o entusiasmo por essas vitaminas e suplementos supera as evidências e quando a evidência rigorosa está disponível a partir de ensaios controlados randomizados, muitas vezes os resultados estão em desacordo com os resultados dos estudos observacionais", explica o Dr. JoAnn Manson, chefe de medicina preventiva No Brigham and Women's Hospital, professor de medicina na Harvard Medical School, e investigador principal de um grande ensaio randomizado conhecido como VITAL (Vitamina D e Omega-3).


Como os estudos observacionais podem não controlar completamente os fatores dietéticos, hábitos de exercício e outras variáveis, eles não podem provar se o tratamento é responsável pelos benefícios à saúde. "As pessoas que tomam suplementos tendem a ser mais conscientes da saúde, se exercitam mais, comem dietas mais saudáveis ​​e têm toda uma série de fatores de estilo de vida que podem ser difíceis de controlar totalmente nos modelos estatísticos", diz Manson.


Alguns suplementos que foram considerados por trazer benefícios de saúde em estudos observacionais revelaram-se, com testes mais rigorosos, ser não apenas ineficaz, mas também arriscado. Vitamina E, que foi inicialmente pensado para proteger o coração, foi descoberto mais tarde por aumentar o risco de sangramento em acidentes vasculares cerebrais. O ácido fólico e outras vitaminas do complexo B já foram acreditados para prevenir doenças cardíacas e acidentes vasculares cerebrais - até estudos posteriores não só não confirmaram esse benefício, mas na verdade levantaram preocupações de que altas doses desses nutrientes possam aumentar o risco de câncer.


Há algum risco em tomar suplementos?

Sim. Muitos suplementos contêm ingredientes ativos que têm fortes efeitos biológicos no corpo. Isso poderia torná-los inseguros em algumas situações e ferir ou complicar a sua saúde. Por exemplo, as seguintes ações podem levar a consequências nocivas - até mesmo fatais.

  • Combinar suplementos

  • Usar suplementos com medicamentos (sem prescrição médica)

  • Usar suplementos no lugar dos medicamentos de prescrição

  • Tomar muito de alguns suplementos, como vitamina A vitamina D, ou ferro

Alguns suplementos também podem ter efeitos indesejados antes, durante e após uma cirurgia. Portanto, não se esqueça de informar o seu médico, incluindo o seu farmacêutico sobre quaisquer suplementos que você está tomando.

Alguns suplementos dietéticos comuns:



  • Cálcio

  • Echinacea

  • Óleo de peixe

  • Ginseng

  • Glucosamina e / ou Sulfato de condroitina

  • Alho

  • Vitamina D

  • Erva de São João

  • Saw Palmetto

  • Ginkgo

  • Chá verde



Como obter seus nutrientes

Precisamos de uma variedade de nutrientes a cada dia para manter-se saudável, incluindo cálcio e vitamina D para proteger os nossos ossos, ácido fólico para produzir e manter novas células e vitamina A para preservar um sistema imunológico saudável e visão.

No entanto, a fonte desses nutrientes é importante. "Normalmente é melhor tentar obter essas vitaminas e minerais e nutrientes de alimentos em oposição a suplementos.


Frutas, vegetais, peixes e outros alimentos saudáveis ​​contêm nutrientes e outras substâncias não encontradas em uma pílula, que trabalham juntos para nos manter saudáveis. Não podemos obter o mesmo efeito sinérgico de um suplemento. Tomar certas vitaminas ou minerais em doses mais elevadas do que o recomendado pode até mesmo interferir na absorção de nutrientes ou causar efeitos colaterais.


Julgando suplementos

Antes de tomar quaisquer suplementos para a prevenção de doenças, é importante saber se os benefícios potenciais superam os riscos. Para fazer essa conclusão, você precisa olhar para os resultados de estudos bem concebidos. Um recente estudo randomizado em homens sugeriu multivitaminas têm benefícios possíveis para a prevenção do câncer. Para muitos dos outros suplementos populares, incluindo vitamina D e ácidos graxos ômega-3, os resultados de ensaios controlados randomizados devem estar disponíveis nos próximos cinco anos, de acordo com Harvard Medical School.


Até então, ser judicioso sobre o seu uso de suplementos. Se você está com diminuição de um determinado nutriente, pergunte ao seu médico se você precisa olhar além de sua dieta para compensar o que você está perdendo, mas não tome mais do que a ingestão diária recomendada para esse nutriente, a menos que o médico aconselhe.

E se você gostou dessa postagem, não deixa de compartilhar nas redes sociais com seus amigos!

Referências

http://portal.anvisa.gov.br/conceitos-e-definicoes3

http://www.sban.org.br/por_dentro/informativos/142/o-quanto-voce-realmente-sabe-sobre-suplementos-alimentares-dos-aspectos-basicos-a-necessidade-de-regulamentacao

https://www.fda.gov/Food/DietarySupplements/UsingDietarySupplements/ucm109760.htm

http://www.health.harvard.edu/staying-healthy/dietary-supplements-do-they-help-or-hurt

Para mais

informações

Agende uma

Consulta!

Últimas Postagens

  • Instagram ícone social
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon

Uma atuante no metabolismo funcional e low carb que tem o objetivo de utilizar e agregar a tecnologia como complemento do tratamento de pacientes com distúrbios metabólicos, prestar informações relevantes sobre as doenças metabólicas e propiciar um meio para compartilhamento de experiências no enfrentamento dessas doenças e incentiva-los na busca de qualidade de vida!

Dra Lia Lima

CLÍNICA

Edifício Bacelar Work Center, 
R. Dr. Bacelar, 368 - Vl Clementino, Cj 51
São Paulo - SP, 04026-001

WhatsApp Image 2018-07-27 at 12.15.26
WhatsApp Image 2018-07-27 at 12.15.25
WhatsApp Image 2018-07-27 at 12.15
WhatsApp Image 2018-07-27 at 11.44.46
WhatsApp Image 2018-07-27 at 11.44
WhatsApp Image 2018-07-27 at 11.44.47
WhatsApp Image 2018-07-27 at 11.44.48
WhatsApp Image 2018-07-27 at 11.44.45
WhatsApp Image 2018-07-27 at 11.44

Dra. Lia Lima -  Todos os direitos reservados. © 2016 

Tel.: (11) 3181-8283

(11) 97577-9922 

  • YouTube - White Circle
  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle