Blog

SAÚDE E BEM-ESTAR

Assine gratuitamente para receber dicas, atualizações e outros materiais.

Veja também...

Maca Peruana: Fraude ou Prosperidade?- Com Dra. Lia Lima

Olá Pessoal que lê e acompanha semanalmente minhas postagens! Os títulos dessas publicações são escolhidas por solicitações, sugestões e dúvidas de leitores ou dos meus próprios pacientes, em consulta médica. O de hoje foi uma dúvida em consulta e como eu mesma não sabia responder, prometi estudar e publicar.

Se você assim como eu, não conhecia a Maca Peruana, olha só o sobre o que se trata...



O que é a Maca peruana (Lepidium Meyenii)?

Um tubérculo, assim como as batatas, beterraba e cenoura. Existem três variedades de maca: amarela, vermelha e preta. Tem aspecto semelhante a um rabanete e é rico em carboidratos complexos. (5)


De onde vem?


A maca é originária dos Andes, mais especificamente do Peru, cujo o uso na alimentação é registrado antes mesmo do surgimento do Império Inca. Reza a lenda que ela já foi introduzida da dieta dos soldados Incas para aumentar seu vigor, mais além disso, foi notado que os mesmos apresentavam aumento da libido. Daí vem a fama desse tubérculo levar a redução de infertilidade.


Local de cultivo

Boa parte das virtudes da planta surge a partir das dificuldades que ela enfrenta para nascer. Essa planta brota em montanhas de elevada altitude (cerca de 4000m) e de baixa temperatura.

O Peru produz mais de 4 mil diferentes tipos de batatas, incluindo a maca entre elas. Em teoria, a maca peruana original só poderia ser cultivada em áreas andinas e processada por lá.


Sucesso Geral

Países como a China e Japão vêm cultivando a maca para venda e uso local. Seu sucesso é atribuído aos resultados afrodisíacos. (3,4,5)


Como se apresenta?

Originalmente é uma raiz, tem aspecto semelhante ao rabanete. A maca só pode ser processada no Peru, e por aqui ela chega em forma de farinha e cápsulas.


Tem gosto de quê?

O sabor do pó é neutro, tanto que pode ser colocado em pratos doces e salgados.


Propriedades Nutricionais

A Maca Peruana tem uma gama de nutrientes importantes como: aminoácidos, carboidratos, fibras, cálcio, ferro, magnésio, ômegas 3 e 9, fósforo, potássio, zinco, selênio e vitaminas B1, B2, C e E. Sendo assim, fica fácil de entender por que indicam esse vegetal para tratamento de anemias e deficiências vitamínicas. (5)

Indicado para:

  • Aumento de vigor, memoria e por isso uma ação anti-aging (5)

  • Reposição de vitaminas nos casos de anemias, osteoporose (5)

  • Auxilia o funcionamento intestinal, por ser fonte de fibras

  • Redução de colesterol-LDL, por ser fonte de ômega 3 e 9 (5)

  • Aumenta saciedade, por ser rico em fibras (5)

  • Ajuda da perda de peso, por aumentar o vigor e saciedade.

  • Controle do diabetes, por ser rico em fibras (5)

  • Aumenta fertilidade e libido, pois ajuda na organização hormonal, ainda não se sabe como e estudos ainda não comprovaram aumento da testosterona, parecendo ser outro hormônio relacionado (2,3,4)

  • Reduz sintomas de menopausa (2)

  • Antioxidante, com estudos mostrando redução de um marcador de inflamação (interleucina-6) (1,5)

  • Efeitos em redução de pressão arterial, melhora da depressão e tratamento de hiperplasia benigna da próstata (5)

  • Utilizado por muitos atletas: aumento do vigor, anti-inflamatório e antioxidante

Atenção Risco de Impurezas:

Como essa substância só pode, em teoria, ser cultivado e industrializado no Peru, ele acaba chegando ao Brasil em forma de pó. Isso levanta questionamento dos cientistas quanto a sua pureza e potência de efeitos, visto que quanto mais processado, menor a pureza.

Como usar o pó de maca peruana na própria alimentação?

Use em bolos, massas, bebidas, cremes. Uma dica é que o pó quando aquecido perde um pouco de suas propriedades, então prefira utiliza-lo frio. Os alimentos mais interessantes com o pó de maca são os smoothie de abacate e/ou patê de castanhas. O perigo é se perder e correr o risco de consumir superdoses.


Como incluir a Maca na Low Carb?

A Maca é um alimento rico em carboidratos, mas em comprimidos apresenta pouquíssima quantidade de carboidratos. Em pó pode conter maior dose de carboidratos. Mesmo assim, como toda boa Low Carb, há presença de bons carboidratos na alimentação, apenas baixa oferta deles. De forma que se deve preferir os carboidratos complexos de origem da natureza, onde se encaixa a Maca.

Como a ciência se posiciona em relação a Maca Peruana?

Existem ainda poucos estudos publicados com essa substância. Na busca do pubmed (site de banco de dados de artigos científicos) encontramos apenas 37 publicações com o tema, e quando se escreve “peruvian maca in humans” só aparecem 11 publicações de forma que ainda é cedo para que a ciência se posicione quanto a alguma indicação medicinal ou dose de administração segura.

Visto que a maca peruana é um alimento encontrado na natureza e ainda não é utilizada como fármaco, ela se classifica como fitoterápico, apresentando um risco de usar em superdosagem e apresentar efeitos colaterais desconhecidos. Fora o apelo das mídias em uso de qualquer coisa que prometa emagrecimento e libido.


O que se indica é comprimido de 400-1000mg/dia


Galerinha, se você gostou dessa postagem, e se você concorda que essa leitura vai ajudar seu amigo, compartilha ou comenta suas observações aqui!!

Beijos,

Dra Lia Lima


Referencias:

1 Gonzales GF1, Gasco M, Lozada-Requena I.Role of maca (Lepidium meyenii) consumption on serum interleukin-6 levels and health status in populations living in the Peruvian Central Andes over 4000 m of altitude. Plant Foods Hum Nutr. 2013 Dec;68(4):347-51. doi: 10.1007/s11130-013-0378-5.


2 Dording CM1, Fisher L, Papakostas G, Farabaugh A, Sonawalla S, Fava M, Mischoulon D. A double-blind, randomized, pilot dose-finding study of maca root (L. meyenii) for the management of SSRI-induced sexual dysfunction. CNS Neurosci Ther. 2008 Fall;14(3):182-91. doi: 10.1111/j.1755-5949.2008.00052.x.


3 Bogani P1, Simonini F, Iriti M, Rossoni M, Faoro F, Poletti A, Visioli F.

Lepidium meyenii (Maca) does not exert direct androgenic activities. J Ethnopharmacol. 2006 Apr 6;104(3):415-7. Epub 2005 Oct 18.


4 Gonzales GF1, Córdova A, Vega K, Chung A, Villena A, Góñez C. Effect of Lepidium meyenii (Maca), a root with aphrodisiac and fertility-enhancing properties, on serum reproductive hormone levels in adult healthy men. J Endocrinol. 2003 Jan;176(1):163-8.


5 Gonzales GF1, Villaorduña L2, Gasco M1, Rubio J1, Gonzales C1.Maca (Lepidium meyenii Walp), a review of its biological properties. Rev Peru Med Exp Salud Publica. 2014;31(1):100-10.

Para mais

informações

Agende uma

Consulta!

Últimas Postagens

  • Instagram ícone social
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon

Uma atuante no metabolismo funcional e low carb que tem o objetivo de utilizar e agregar a tecnologia como complemento do tratamento de pacientes com distúrbios metabólicos, prestar informações relevantes sobre as doenças metabólicas e propiciar um meio para compartilhamento de experiências no enfrentamento dessas doenças e incentiva-los na busca de qualidade de vida!

Dra Lia Lima

CLÍNICA

Edifício Bacelar Work Center, 
R. Dr. Bacelar, 368 - Vl Clementino, Cj 51
São Paulo - SP, 04026-001

WhatsApp Image 2018-07-27 at 12.15.26
WhatsApp Image 2018-07-27 at 12.15.25
WhatsApp Image 2018-07-27 at 12.15
WhatsApp Image 2018-07-27 at 11.44.46
WhatsApp Image 2018-07-27 at 11.44
WhatsApp Image 2018-07-27 at 11.44.47
WhatsApp Image 2018-07-27 at 11.44.48
WhatsApp Image 2018-07-27 at 11.44.45
WhatsApp Image 2018-07-27 at 11.44

Dra. Lia Lima -  Todos os direitos reservados. © 2016 

Tel.: (11) 3181-8283

(11) 97577-9922 

  • YouTube - White Circle
  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle