Blog

SAÚDE E BEM-ESTAR

Assine gratuitamente para receber dicas, atualizações e outros materiais.

Veja também...

Vitamina C: Tudo e Mais um Pouco. Dra. Lia Lima Explica


VITAMINA C


A vitamina C é também conhecida como ácido ascórbico, L-ácido ascórbico, ácido deidroascórbico, ascorbato e vitamina antiescorbútica. Sua importância cresceu ao longo do tempo devido à descoberta de seu potencial antioxidante.​


O QUE É VITAMINA C​


A vitamina C é um micronutriente essencial. ​


Micronutriente significa dizer que precisamos em pequenas quantidades no corpo humano. ​

Essencial significa que ela é uma substância que não é produzida pelo organismo humano, portanto precisamos adquiri-la através da alimentação, e sem ela no organismo não há vida.​


A maioria das plantas e animais tem habilidade de sintetizar a vitamina C, mas os seres humanos não, sendo assim, sem vitamina C precisa ser ingerida diariamente e na quantidade correta, que varia de caso a caso, quando a questão é ser humano. ​

AÇÕES DA VITAMINA C NO ORGANISMO HUMANO​

Forma o tecido conjuntivo: o cimento do corpo. Pessoas com dores articulares precisam repor a vitamina c junto com outros tratamentos para auxiliar a saúde das articulações. Pessoas que sofrem de flacidez, precisam repor a vitamina c junto ao colágeno. ​


Auxilia na imunidade: De forma que pessoas que fazem algum tratamento que reduz a imunidade (cânceres, doenças auto-imunes, asma) ou possuem alguma doença cuja imunidade é reduzida (HIV) e/ou notaram que estão com resfriado de repetição precisam deixar os estoques de vitamina C em ordem. ​


Facilita a absorção do Ferro. Sendo assim, mulheres que sofrem com excesso de perda sanguínea, nos períodos menstruais (miomas, síndrome do ovário policísticos, endometriose), ou que estão com deficiência de Ferro por qualquer causa ou por anemia, se beneficiam se sua vitamina c estiver de acordo. ​


Potente efeito anti-oxidante. Os radicais livres, que são oxidantes e causam inflamação no corpo, são o lixo das reações metabólicas, e o corpo costuma eliminá-los com sucesso. A vitamina C participa desse processo de limpeza combatendo os radicais livres, diminuindo a inflamação. Doenças inflamatórias crônicas (obesidade, diabetes, infarto agudo do miocárdio (IAM), derrame cerebral (AVC), usuários de drogas, alcoólatras e tabagistas) se beneficiam se a vitamina C estiver suplementada, reduzindo esse processo inflamatório continuado e vicioso. ​

  • Previne o envelhecimento

  • Previne novos eventos cardiovasculares como IAM e AVC

SINTOMAS SE A VITAMINA C ESTÁ DEFICIENTE

Geralmente os sintomas da deficiência graves de vitamina C ocorre após seis meses de uma ingesta muito pobre dessa vitamina (abaixo 10mg/dia), sintomas leves e inespecíficos podem surgir antes sem que se perceba que são advindos da falta de uma vitamina. ​


A deficiência de vitamina C geralmente está associada com doenças específicas, sendo o escorbuto a principal delas. Este é raramente encontrado em países desenvolvidos, embora possa ocorrer em alcoolistas ou em pessoas com diarréias crônicas. ​


O escorbuto é raro e se manifesta com a presença de hiperqueratose de pele (pele grossa e descamativa), seguindo de petéquias (manchas avermelhadas) e sangramentos em gengivas e olhos, fraqueza, sangramentos de pele, dores articulares. Casos mais graves de longa data com falta dessa vitamina pode gerar depressão e histeria. ​

EM CASO DE EXCESSO DE VITAMINA C​, quais os riscos?


​Uso de elevadas doses de vitamina C é bem difundida e utilizada no mundo afora, porém há pouco relato na literatura em grandes riscos no uso elevado dessa substancia.


É importante saber que há relatos de excesso de vitamina C (doses acima de 1g/dia) pode levar a formação de pedras de oxalato de cálcio nos rins, mesmo em pessoas sem história prévia disso. Há relatos de aumento de formação de pedras na vesícula, também (colelitíase).


No caso de atletas, costuma-se prescrever 2g ao dia, e em pessoas em tratamento de câncer há relatos do uso de até 10g/dia. Todas essas doses são além do mínimo recomendado.

ONDE ENCONTRAR FONTES DE VITAMINA C​

  • Nas frutas cítricas: acerola, limão, laranja, goiaba, morango, caju, kiwi, abacaxi, manga. ​

  • Em outros como: pimentão, brócolis, couve, tomate, repolho, couve Bruxelas. ​

DOSES DE REPOSIÇÃO DE VITAMINA C​

A necessidade diária de vitamina C é estimada de acordo com Food and Agriculture Organization of the United Nations (FAO) pela Organização Mundial da Saúde (OMS), que devem ser obtidos por meio da ingestão de alimentos de origem vegetal e frescos. As necessidades alimentares do ácido ascórbico estão aumentadas nos idosos, na gestação e na lactação. ​


Adultos Mulheres 75mg/dia ​

Homens 90mg/dia​


Gestantes 55mg/dia​


Lactantes 7mg/dia​

linus pauling e a vitamina c

Linus Pauling foi um cientista que trouxe inúmeras contribuições para a Química, ganhou dois prêmios Nobel sozinho! Sendo o único a conquistar dois prêmios desse em áreas distintas. Ficou também conhecido pela defesa do uso de grandes doses de vitamina C na cura de resfriados e gripe e recomendava que as pessoas deveriam tomar gramas (e não miligramas) de vitamina C por dia para prevenir infecções virais e até mesmo o câncer. Ele próprio consumia cerca de 18 gramas por dia de vitamina C e lançou um livro sobre isso “Vitamina C e resfriado”, em 1970, que gera polêmica até a data de hoje.

CASOS ESPECIAIS EM USO DE DOSES PERSONALIZADAS​

  • Atletas​

  • Anemias por deficiência de vitamina C​

  • Pessoas que realizaram cirurgia bariátrica​

  • Doenças ou tratamentos que promovam diarréias crônicas ​

  • Alcoólatras ​

  • Tabagistas​

  • Pessoas com doenças articulares​

  • Pessoas com doenças auto imune​

  • Pessoas com deficiência de imunidade​

  • Pessoas em tratamento de câncer ou uso crônico de glicocorticóides​

  • Pessoas que sofreram AVC, IAM ​

  • Diabéticos e obesos​

  • Pessoas com nefrolitíase ou colelitíase ​(fazer doses menores)

PRECISO REPOR VITAMINA C?​

Se você prefere repor sua vitamina C através dos alimentos ou através de suplementação é uma questão pessoal.


No meu ver, acredito que os solos estão super utilizados, oferecendo pobres quantidades de nutrientes. Dessa forma, não haveria forma de garantir que os alimentos que você está consumindo está seguramente com aquela quantidade que diz que tem de vitaminas e outros oligoelementos.

Não sou a favor, também, do risco em consumir vitaminas ou outros nutrientes em demasia, pois quando se trata de corpo humano, o funcionamento saudável não segue se não estiver em pleno equilíbrio.


Como fazer se os alimentos não oferecem as vitaminas adequadas e se existe um risco em suplementar demais?


Uma saída inteligente é fazer um estoque de polivitamínicos por 90 dias, duas vezes por ano. Ainda, ter a certeza que esse complexo nutricional apresenta nutrientes quelados para garantir a absorção completa.


Procure seu médico de confiança e converse com ele sobre isso.


Bom, turma, muita informação né? vale de conhecimento e reflexão para você avaliar se na sua alimentação você está repondo essa famosa e vital vitamina. Lembre-se que nós não produzimos ela, portanto é importante garantir que você coloca ela "pra dentro"!


Espero que tenham gostado dessa postagem, fiz com muito carinho.

Se curtiram, não deixem de passar adiante e ajudar outras pessoas com essas informações, compartilhem!


beijocas, fiquem com Deus e fiquem em paz.




REFERENCIAS

ILSI Brasil. Consumo Alimentar de micronutrientes (alimentos fortificados e suplementos). V.3, São Paulo: ILSI Brasil – International Life Sciences Institute do Brasil, 2008.​


FAO/OMS. Human Vitamin and Mineral Requirements. In: Report 7th Joint FAO/OMS Expert Consultation. Bangcoc, Tailândia, 2001


http://ilsi.org/brasil/wp-content/uploads/sites/9/2016/05/21-Vitamina-C.pdf​


Massey L, Liebmann M, Kynast-Gales SA (2005) Ascorbate increases human oxaluria and kidney stone risk. J Nutr 135:1673–1677

Para mais

informações

Agende uma

Consulta!

Últimas Postagens

  • Instagram ícone social
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon

Uma atuante no metabolismo funcional e low carb que tem o objetivo de utilizar e agregar a tecnologia como complemento do tratamento de pacientes com distúrbios metabólicos, prestar informações relevantes sobre as doenças metabólicas e propiciar um meio para compartilhamento de experiências no enfrentamento dessas doenças e incentiva-los na busca de qualidade de vida!

Dra Lia Lima

CLÍNICA

Edifício Bacelar Work Center, 
R. Dr. Bacelar, 368 - Vl Clementino, Cj 51
São Paulo - SP, 04026-001

WhatsApp Image 2018-07-27 at 12.15.26
WhatsApp Image 2018-07-27 at 12.15.25
WhatsApp Image 2018-07-27 at 12.15
WhatsApp Image 2018-07-27 at 11.44.46
WhatsApp Image 2018-07-27 at 11.44
WhatsApp Image 2018-07-27 at 11.44.47
WhatsApp Image 2018-07-27 at 11.44.48
WhatsApp Image 2018-07-27 at 11.44.45
WhatsApp Image 2018-07-27 at 11.44

Dra. Lia Lima -  Todos os direitos reservados. © 2016 

Tel.: (11) 3181-8283

(11) 97577-9922 

  • YouTube - White Circle
  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle