Blog

SAÚDE E BEM-ESTAR

Assine gratuitamente para receber dicas, atualizações e outros materiais.

Veja também...

Sua Ferritina Elevada? Dra Lia Lima Explica

Quem é a ferritina


A Ferritina é uma proteína cuja principal função é armazenar o ferro, sendo que o ferro é um elemento da natureza que é essencial para permitir que seu corpo esteja vivo em funcionamento.






O ferro não é solúvel no sangue e se em excesso na corrente sanguínea é tóxico, daí a necessidade de uma proteína que tanto armazene o ferro, como transporte ela na corrente sanguínea.


Uma molécula de ferritina guardar 4.500 átomos de Ferro!


ENTENDENDO MELHOR:


Ferritina - Uma proteína - armazena e carrega Fe

Ferro - o transportado que chega nas células pela ferritina.

Ferro - elemento essencial a vida


Não há vida humana sem ferro, pois esse nutriente participa de funções e de variadas estruturas moleculares. Quando excesso de ferro, mais armazenador de ferro haverá, quanto menos ferro, menor quantidade do seu armazenador haverá. Sendo assim, a ferritina além de transportador, armazenador é, também, um termômetro que mede a concentração/quantidade de Fe no corpo humano.

Valores laboratoriais de Ferro e ferritina


Agora que você já entendeu parte dos conceitos, há de entender melhor os resultados laboratoriais.


- Homens possuem mais ferro que as mulheres, pois eles possuem mais músculos, que demanda maior aporte de sangue e hemoglobina. Sabendo que o Ferro faz parte da estrutura das hemoglobinas, nada mais justo que quem tem mais sangue, tem mais ferro. As mulheres costumam perder sangue através da menstruação que é outro fator que promove a menor quantidade de ferro que os homens.


- Os valores de ferro e ferritina mudam com a idade, sendo diferente em crianças e idosos.


- Você vai entender mais na frente que há causas de aumento de ferritina derivado de doenças relacionadas ao ferro e as não relacionadas ao ferro. Para diferenciar, através de exames de sangue, essas causas há a dosagem de saturação de Ferro. Se a ferritina está cheia de ferro e tem alta avidez pelo ferro, significa que o aumento da ferritina está relacionada aos distúrbios de ferro. Se a ferritina não está cheia de ferro, não há alteração da atração dessas molecular, aparentemente o aumento de ferritina não está vinculado aos distúrbios de ferro.

Sintomas de aumento de ferritina




Os sintomas são vagos e muitas vezes desprezados ou confundidos com falta de vitaminas, ou excesso de stress ou falta de sono. São eles:


  • Fraqueza

  • Impotência em homens

  • Dor em articulações

  • Aumento da cor da pele ou áreas mais escuras

  • Aumento do coração

  • Aumento da glicemia


Riscos do aumento da ferritina


Os riscos geralmente só ocorrem com valores muito aumentados de ferritina, em geral, acima de 1000 ng/ml.


  • Cirrose

  • Diabetes

  • Arritmias

  • Hipogonadismo


Causas de aumento de ferritina

Causas relacionadas à distúrbios do Ferro:

  • Hemocromatose

  • Hemosiderose: doença que absorve mais ferro que o natural

  • Anemias

  • Transfusões Multiplas: Situações em que há recebimento de várias bolsas de sangue, pode fazer o corpo reagir produzindo mais ferritina. Em geral é temporário.

  • Intoxicação por Ferro: pessoas que fazem suplementação de vitamina sem acompanhamento.


Causas não relacionadas à distúrbios do Ferro:


Em geral são as causas mais comuns quando a ferritina está elevada e isso acaba gerando confusão nos pacientes.


A ferritina é uma molécula que é mais produzida quando há algum grau de inflamação no corpo, portanto, podemos encontrar aumento de ferritina quando há


  • Obesidade,

  • Infecções, gripes e resfriados,

  • Diabetes,

  • Câncer,

  • Fígado gorduroso,

  • Insuficiência renal crônica,

  • Entre várias outras causas com inflamação vigente.


O que fazer para tratar o excesso de ferritina:

Alimentos


1- Evitar consumo rico em Ferro:

  • Carne vermelha.

  • Vegetais verde-escuros, como brócolis, espinafre e couve.

  • Leguminosas, como grão-de-bico, lentilha, ervilha e feijão.

  • Tofu (queijo de soja)

  • Algas, como kombu e wakame.

  • Cereais integrais, como aveia e quinoa.

  • Castanha de caju.

  • Sementes de gergelim e abóbora.


2- Evitar alimentos ricos em vitamina C, pois ela ajuda na absorção de ferro:


goiaba,kiwi, limão, acerola, morango, laranja, pimentão, brócolis, couve-de-bruxelas, goji berry, cranberry e caju.


3- Consumir alimentos que dificultam a absorção do ferro como leite e seus derivados e chás pretos.


Hábitos


Sem dúvida habituar-se com atitudes que sabidamente reduzem a inflamação do corpo:


  • Exercícios,

  • Dieta pobre em gordura hidrogenada

  • Controle da glicemia e do peso,

  • Baixa ingestão de álcool e açúcares.

Quelantes


Os quelantes são medicamentos que ligam ao ferro no organismo e impedem que esse nutriente se acumule e prejudique outros órgãos, como fígado, pâncreas e coração.


Sangria



Alguns médicos indicam a sangria como terapia, entenda:

A sangria terapêutica ou flebotomia é o tratamento medicinal que consiste em eliminar 500 ml de sangue do corpo pela retirada tradicional, agulhas, e o sangue é desprezado.

A frequência de eventos é prescrita pelo médico de acordo com a condição e o medico que indica é o hematologista.

Em alguns casos há necessidade de reposição de soro fisiológico.





A sangria terapêutica ou flebotomia não é o mesmo que a terapia chinesa sangria realizadas por ventosas em que se retira de 5-8 gotas de sangue por cada ventosa. A terapia chinesa é feita para dores articulares e tensões musculares e não serve para excesso de ferritina.





Bom pessoal, se você sofre de hiperferritinemia, ou aumento de ferritina, com esse material, você já pode, como deve começar seu tratamento já! As dicas acima não são nocivas e só vão te beneficiar.


Se você conhece alguém com aumento da ferritina, ou com alguma doença que pode levar ao aumento dessa substancia, não deixa de compartilhar essa postagem!


Espero que eu tenha ajuda de alguma maneira,

Fiquem com Deus e em paz


Dra Lia Lima

Para mais

informações

Agende uma

Consulta!

Últimas Postagens

  • Instagram ícone social
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon

Uma atuante no metabolismo funcional e low carb que tem o objetivo de utilizar e agregar a tecnologia como complemento do tratamento de pacientes com distúrbios metabólicos, prestar informações relevantes sobre as doenças metabólicas e propiciar um meio para compartilhamento de experiências no enfrentamento dessas doenças e incentiva-los na busca de qualidade de vida!

Dra Lia Lima

CLÍNICA

Edifício Bacelar Work Center, 
R. Dr. Bacelar, 368 - Vl Clementino, Cj 51
São Paulo - SP, 04026-001

WhatsApp Image 2018-07-27 at 12.15.26
WhatsApp Image 2018-07-27 at 12.15.25
WhatsApp Image 2018-07-27 at 12.15
WhatsApp Image 2018-07-27 at 11.44.46
WhatsApp Image 2018-07-27 at 11.44
WhatsApp Image 2018-07-27 at 11.44.47
WhatsApp Image 2018-07-27 at 11.44.48
WhatsApp Image 2018-07-27 at 11.44.45
WhatsApp Image 2018-07-27 at 11.44

Dra. Lia Lima -  Todos os direitos reservados. © 2016 

Tel.: (11) 3181-8283

(11) 97577-9922 

  • YouTube - White Circle
  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle