Blog

SAÚDE E BEM-ESTAR

Assine gratuitamente para receber dicas, atualizações e outros materiais.

Veja também...

7 Mitos Sobre Cirurgia Bariátrica

OS 7 GRANDES MITOS SOBRE A CIRURGIA BARIÁTRICA

1- Emagreceu fácil, fez a bariátrica!


Essa frase é um grande mito, pois as pessoas possuem o hábito de julgar sem saber realmente o que se passa com o outro, baseado em conceitos próprios ou da comunidade. Esse comportamento chamamos de pré-conceito. Um conceito, um julgamento sem ser baseado em experiencia própria ou estudos de boa referencias. 😢

No caso desse post, estou tratando do pré-conceito de que emagrecer com a bariátrica é simples e sem sofrimento.

Quero dizer para vocês leitores, colegas, pacientes e futuros bariátricos, que o emagrecimento (e sua manutenção) por esse procedimento é o mais difícil dentre todos os procedimentos de emagrecimento e é por isso que admiro tanto meus pacientes que perdem e se mantem magros (ou com peso saudável) após a cirurgia.🤜🤛

Então a resposta para o primeiro mito: bariátrica não é o caminho mais fácil para perda de peso, pelo contrário é o mais difícil, pois exige além do tratamento clínico (mudanças de hábitos e medicações), a adaptação a uma vida totalmente diferente que o bariátrico passa a viver. É indicado na maioria dos casos, como a única e melhor alternativa para perda de peso.


2- Qualquer um pode fazer a cirurgia bariátrica!

Só que não, né? Essa cirurgia tem indicações de casos específicos para tratamento da obesidade mais grave, cujo risco cirúrgico é menor que o risco de permanecer naquele peso, resultados esses, obtidos por estudos clínicos com evidencia científica, como o estudo SOS.

A verdade é que no Brasil a incidência da bariátrica tem aumentado porque também houve o aumento da quantidade de pessoas com essa indicação, ou seja, aumentou a quantidade de obesos graves. Leia mais sobre as indicações de bariátrica postada nesse blog.


3- Não faça a bariátrica porque muitas pessoas morrem por ela.


Como explicado no mito anterior, esse procedimento cirúrgico é indicado para casos especiais de obesidade, onde o risco de permanecer nesse peso é maior que arriscar-se ao risco de vida por passar por uma cirurgia. Todas as cirurgias possuem risco de vida, inclusive a cirurgia bariátrica, entretanto, muito felizmente, o risco de mortalidade da cirurgia bariátrica é baixo. O grande problema é que um caso de morte (que ocorre com pouca frequência) ganha um grande alarde e as pessoas ficam assutadas. Leia a postagem sobre o risco de morrer com a cirurgia bariátrica, publicada nesse blog.


4-Quem fez a cirurgia bariátrica não pode engravidar.


A Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica recomenda que as mulheres procurem engravidar dois anos após a cirurgia. Engravidou? Informe ao seu endocrinologista que a acompanha durante o processo de tratamento, que deve ser contínuo. O acompanhamento de gestantes bariátricas deve ser feito com endocrinologista e ginecologista. Leia a postagem desse blog sobre gestação após a bariátrica.


5-A bariátrica cura a obesidade

O procedimento cirúrgico para redução de peso, como o nome já diz, serve para redução do peso, visto que o excesso dele pode trazer muito riscos à saúde. Não há cura para obesidade ainda, de forma que o acompanhamento médico e de equipe multiprofissional da doença obesidade deve ser ocorrer durante o resto da vida. Gosto de falar aos meus pacientes que a cirurgia bariátrica é transformar o obeso com excesso de peso para o obeso com falta de vitaminas, de forma que a obesidade não está ausente no paciente após a bariátrica, mesmo que ele esteja com controle do peso. O reganho de peso é real para as pessoas que não vigiam com atenção o peso, os hábitos e a fome após o procedimento.


6- Após a bariátrica não há necessidade de medicações para emagrecer


Isso não é verdade para todos os casos. A cirurgia bariátrica resolve o peso, mas não resolve a doença. Ela não é um procedimento curativo e sim de controle, de forma que para algumas pessoas, a perda de peso possa ser prejudicada por vários fatores, na qual o uso de medicações sacietógenas são necessárias. Ou no caso de reganho de peso após a cirurgia, por exemplo. O uso de medicações para perda de peso após a cirurgia bariátrica não é sinônimo de fracasso da cirurgia e sim uma estratégia mais intensa, que em alguns casos se faz necessária.


7- Não precisa repor vitaminas após a bariátrica

Que perigo! Reposição de vitamina é uma condição obrigatória para todos os tipos de cirurgia bariátrica. De fato, alguns tipos de cirurgias causam deficiência de uma menor gama de vitaminas, entretanto, ainda assim, se faz necessário repor. Muitos pacientes sentem-se saudáveis e suspendem a reposição de vitaminas, assim como abandonam o acompanhamento médico e a realização de exames de rotina. Com o passar do tempo, as complicações sempre surgem, que podem ser desde leves a muito graves.


Por hoje é isso, espero que gostem e deixem seus comentários!

Muito Obrigada, Mil Beijos e Fiquem em Paz

Dra. Lia Lima e Equipe de Bariátrica - Contato 11 - 975779922

SOS Study: Sjöstrom L, et al: JAMA january 4, 2012 -307, 1 pp56-65

Para mais

informações

Agende uma

Consulta!

Últimas Postagens

  • Instagram ícone social
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon

Uma atuante no metabolismo funcional e low carb que tem o objetivo de utilizar e agregar a tecnologia como complemento do tratamento de pacientes com distúrbios metabólicos, prestar informações relevantes sobre as doenças metabólicas e propiciar um meio para compartilhamento de experiências no enfrentamento dessas doenças e incentiva-los na busca de qualidade de vida!

Dra Lia Lima

CLÍNICA

Edifício Bacelar Work Center, 
R. Dr. Bacelar, 368 - Vl Clementino, Cj 51
São Paulo - SP, 04026-001

WhatsApp Image 2018-07-27 at 12.15.26
WhatsApp Image 2018-07-27 at 12.15.25
WhatsApp Image 2018-07-27 at 12.15
WhatsApp Image 2018-07-27 at 11.44.46
WhatsApp Image 2018-07-27 at 11.44
WhatsApp Image 2018-07-27 at 11.44.47
WhatsApp Image 2018-07-27 at 11.44.48
WhatsApp Image 2018-07-27 at 11.44.45
WhatsApp Image 2018-07-27 at 11.44

Dra. Lia Lima -  Todos os direitos reservados. © 2016 

Tel.: (11) 3181-8283

(11) 97577-9922 

  • YouTube - White Circle
  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle